CAMPANHA – CNS

Categoria:
  • R$ 25.000,00

    Meta de arrecadação
  • R$ 32.220,00

    Fundos arrecadados
  • 0

    Dias restantes
  • Data desejada

    Método de encerramento da campanha
Percentual arrecadado :
100%
The campaign is successful.
Brasil, Brasil

Xapuri Socioambiental

4 Campanhas | 0 Campanhas favoritas

See full bio

Em outubro de 1985, durante o I Encontro Nacional dos Seringueiros, realizado em Brasília, Chico Mendes, junto com seus companheiros e companheiras extrativistas, fundaram o Conselho Nacional dos Seringueiros – CNS, para defender a Amazônia e as populações tradicionais que nela e dela vivem.

Em 1997, o CNS passou a chamar-se Conselho Nacional das Populações Extrativistas e a defender as comunidades tradicionais de todos os recantos do Brasil. O sonho de Chico Mendes passou a ganhar espaço nos corações e mentes das populações extrativistas de todos os biomas brasileiros.

Em 2019, entre os dias 5 e 7 de novembro, cerca de 250 lideranças das comunidades extrativistas estarão em Brasília para mais um Congresso Nacional do CNS. Este será um momento único em que, uma vez mais, será honrada a memória, será reafirmado o compromisso com seus ideias, e serão traçadas estratégias para a defesa do legado de Chico Mendes.

Para isso, o CNS já conseguiu arrecadar os recursos financeiros para a compra das passagens. Mas ainda faltam cerca de R$ 55 mil para cobrir as despesas com o transporte local, o kit participante, as ações básicas de comunicação e os custos operacionais da realização do Congresso na capital federal.

Por essa razão, precisamos muito da sua parceria! Como dizia o Chico Mendes: “É isso aí, companheiros, hoje a luta é de todos nós!” Parte dessa luta é garantir nosso Congresso Nacional. Como sabemos que o Chico Mendes que vive em nós também habita em você, contamos com sua contribuição generosa e solidária. Colabore com o que puder, mas, por favor, colabore!

 CHICO MENDES VIVE EM NÓS

Este será o tema-guia do nosso Congresso Nacional das Populações Extrativistas-CNS em 2019 porque, mesmo passados quase 35 anos da criação do CNS e mais de três décadas do assassinato de Chico Mendes no quintal de sua casa, em Xapuri, no Acre, no dia 22 de dezembro de 1988, seu exemplo de luta em defesa dos povos da floresta segue vivo no cotidiano da vida de cada um e cada uma de nós.

Durante os três dias do Congresso, cerca de 250 lideranças das mais distantes comunidades extrativistas da Amazônia, convidados e convidados dos demais biomas brasileiros, parceiros, parceiras, observadores e observadoras nacionais e internacionais cumprirão uma extensa agenda de debates, reflexões e trocas de experiências sobre a desafiadora realidade hoje enfrentada pelos povos da floresta e por todas as populações tradicionais brasileiras.

O Congresso Nacional também elegerá a direção nacional do CNS para o triênio 2020 – 2022, prestará contas dos avanços de seu trabalho no cuidado com o legado de Chico Mendes e mobilizará a sociedade brasileira em defesa das populações extrativistas da Amazônia e dos demais biomas brasileiros.

DESTINO DOS RECURSOS ARRECADADOS

O orçamento geral do Congresso Nacional do CNS é de cerca de R$ 355 mil, incluindo despesas com deslocamento, alimentação, hospedagem, saúde, divulgação e comunicação, kit participante, realização das oficinas, equipamentos de som e iluminação, e despesas operacionais básicas.

O CNS, em conjunto com suas entidades parceiras, espera conseguir cerca de R$ 350  mil nos próximos 30 dias. O restante, ou seja, R$ 35  mil dependerão da solidariedade das pessoas e entidades que, como você, acredita na força dos ideais de Chico Mendes e na capacidade de luta de seus herdeiros e herdeiras – as populações guardiãs da floresta e dos demais biomas brasileiros.

Portanto, os recursos arrecadados nesta campanha são fundamentais para complementar o orçamento geral do Congresso e, assim, fortalecer a organização e a mobilização de quem, lá do coração da Amazônia, enfrenta a luta de todo dia para defender esse nosso bem comum – a maior floresta tropical do planeta.

Os recursos arrecadados serão distribuídos da seguinte forma:

  • 15% Gestão da Campanha, compreendendo custos de produção e prestação de contas, incluindo taxas, encargos e entrega de recompensas.
  • 10% Recompensas
  • 50% Custos operacionais e de logística, incluindo transporte da delegação em Brasília
  • 25% Comunicação e Mobilização

 

CNS: SAIBA MAIS SOBRE O NOSSO TRABALHO

Fundado em outubro de 1985 durante o I Encontro Nacional dos Seringueiros, realizado na UnB, em Brasília, desde então o CNS trabalha para fazer o crescer o grande sonho de Chico Mendes, que era o de buscar e implementar alternativas econômicas sustentáveis para as populações extrativistas da Amazônia e, desde o seu Congresso de 1987, quando passou a chamar-se Conselho Nacional das Populações Extrativistas, das comunidades extrativistas de todos os biomas brasileiros.

Composto por uma rede de mais de 600 entidades comunitárias da Amazônia e de fora dela, o CNS tem muito orgulho de sua luta em defesa das Reservas Extrativistas e dos territórios de uso comum e coletivo pelos povos da floresta que, ao longo dos últimos 35 anos, tornaram-se responsáveis pela guarda e proteção de milhões e milhões hectares das áreas de produção extrativista no Brasil. É essa luta contínua e persistente que alimenta a resistência do CNS em defesa da Amazônia e dos povos que nela e dela vivem.

ID Nome E-mail Quantia
3647Roberto Vizentimjanainafaustino@xapuri.infoR$ 1.000,00
3141Ana Maria Langejanainafaustino@xapuri.infoR$ 100,00
3136Jorge Viana Macedo Nevesjanainafaustino@xapuri.infoR$ 300,00
3063Ubirajara J. Augustojanainafaustino@xapuri.infoR$ 30,00
2977Cleide Lemoscleideolemos@gmail.comR$ 100,00
2961Waded Schabib Hanywadedschabibhany@hotmail.comR$ 100,00
2959Rogério José Diasrogeriozedias@yahoo.com.brR$ 50,00
2951Nivaldo Maiajanainafaustino@xapuri.infoR$ 500,00
2949Claudia e Vicente Calorio Puhlcmcalorio@gmail.comR$ 200,00
2832Luis Celso Ferreira dos Santosluiscelsofsantos@uol.com.brR$ 50,00
Carrinho de compras